Get Adobe Flash player

Ceará busca goleiro, centroavante e está disposto a investir para trazer o meia Lima, diz presidente

Ceará busca goleiro, centroavante e está disposto a investir para trazer o meia Lima, diz presidente
 
O presidente do Ceará, Robinson de Castro, concedeu entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, 4, para passar a limpo todas as buscas por reforços que a equipe vem realizando nesse período de inter-temporada. Segundo o dirigente alvinegro, que conversou com a imprensa ladeado pelo executivo de futebol, Marcelo Segurado, o clube está priorizando a contratação de um goleiro e um centroavante.
 
A questão do goleiro é a mais urgente, tendo em vista que a equipe possui disponível no momento apenas duas peças, Diogo Silva e Fernando Henrique. Richard lesionou o joelho e só volta aos gramados em 2020. Vários perfis estão sendo analisados. "Estamos vendo se trazemos um goleiro mais experiente ou um mais jovem. Estamos pesando e medindo qual seja a melhor opção, se trazer alguém que está no clube menor, mas com ritmo de jogo. Se trazemos alguém mais jovem, mas com grande potencial. A ideia é que a gente defina isso com a comissão técnica até esta sexta-feira. Tô deixando isso muito a cargo da comissão técnica que cuida dos goleiros", avisou Robinson.
 
Em relação a nomes, Robinson confirmou apenas que o clube fez uma investida para trazer Walter, do Corinthians. As conversas não evoluíram. "O jogador disse que quer ficar no Corinthians até o fim do ano, quando termina o contrato, e depois ver o que faz. Chegamos, inclusive, a oferecer o mesmo salário que ele ganha no Corinthians", comentou.
 
Em relação à busca por um centroavante, Robinson de Castro citou, a um a um, os nomes que foram ventilados nas últimas semanas como possíveis reforços do clube. "O Lucca (do Corinthians) nós fizemos proposta para ele. Não é bem camisa 9, é mais jogador de lado, que faz eventualmente o 9. Chegamos no nível salarial que ele queria. Mas existia uma relação financeira entre Corinthians e Bahia, de acertos financeiros entre as partes, que acabaram criando a condição para que ele fosse indo para o Bahia. Sobre Léo Bonatini... Fomos atrás desse jogador, que está no futebol inglês. É um jogador caro, mas não conseguimos avançar com esse jogador. O projeto dele é continuar lá. Sobre Lucas Barrios... Tentamos trazê-lo. Tá bem no Huracán, é um jogador caro, que tem contrato longo lá. Os valores são muito altos. Tá descartado? Não. Como está? Pedalando. É uma incerteza. Pode ser que dê certo, pode ser que não dê certo. É o ideal? Não podemos responder isso. Tá certo? Não. Tá descartado? Não. Edson Cariús... Tentamos, mas não tem jeito. Não adianta. Não depende da gente querer. Esse nome tá descartado, porque não vem", disparou.
 
Robinson de Castro também fez uma explicação detalhada sobre Lucão, ex-Goiás e que atualmente está no futebol árabe. "É verdade que fomos atrás? É verdade. A 1ª opção dele é a China, que tem muito dinheiro. Existem quatro clubes que estão atrás dele na Série A, seugndo o agente dele. O investimento é muito alto. O Ceará pode negociar? Vamos tentar. Nessa fase, o empresário disse que não quer falar com time brasileiro. Quer falar com time chinês. Primeiro querem esgotar possibilidades de ida para a China. Lucão tá certo? Não. Tá descartado? É uma incerteza", explicou.
 
FELIPE CARDOSO
O presidente alvinegro também falou sobre a vinda do atacante Felipe Cardoso, que estava no Santos e desde o início da semana treina no Ceará, participando da rotinas de preparação da equipe, em Porangabuçu. "A comissão técnica deu carta branca pra gente. Já foi analisado fisicamente e clinicamente. É um jogador que tem potencial para nos ajudar. O que está faltando para a contratação dele? Detalhes jurídicos. Ele deverá ser contratado", resumiu.
INVESTIMENTO POR LIMA
 
O presidente do Ceará também confirmou que o clube está tentando fechar o retorno do meia Lima, que está no Grêmio e teve uma passagem de destaque pelo Vovô em 2017, durante a campanha do acesso para a Série A. "É um jogador que estamos pensando em trazer. Um atleta que joga por dentro, joga pelo lado, assim como Wescley, Baxola, Quixadá. Mas é um jogador que dá muitas variáveis para gente. Até de segundo volante. Ele quer vir para o Ceará, o empresário também quer. Resta o Grêmio liberar, mas a tendência é que haja uma negociação. Em se tratando de Lima, vamos tentar buscar uma engenharia financeira para tentar viabilizar a vinda do Lima pra cá. Não tá na nossa mão não. Depende do Grêmio entender e encontramos um mecanismo que seja bom para o Grêmio e para a gente", afirmou o dirigente.
 
Ainda na coletiva, Robinson informou que, do atual elenco, o jogador mais assediado pelo mercado é o zagueiro Luiz Otávio. Porém, todas as sondagens foram recusadas. "Equipes como Flamengo, Grêmio, Atlético-MG e Bahia vieram atrás dele", citou. O dirigente enalteceu ainda o fato de o time contar com "reforços internos" para a retomada do Brasileirão, caso de Wescley, Juninho Quixadá, Matheus Gonçalves, William Oliveira e Felipe Baxola, que já se recuperaram de lesões musculares.
 
O Ceará volta a campo no próximo dia 15 de julho (segunda-feira), para enfrentar o Fluminense, em jogo marcado para as 20h, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. A partida é válida pela 10ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.
 
Fonte: O Po vo - /Bruno Balacó 
Divulgação: Site Eternamente Futebol 
Em 04 de julho de 2019

 

 

PUBLICID