Get Adobe Flash player

Flamengo vence no Mineirão, segue isolado na liderança e aumenta a crise do Cruzeiro

Flamengo vence no Mineirão, segue isolado na liderança e aumenta a crise do Cruzeiro
 

Gabigol marca (de novo), Arrascaeta faz valer a “lei do ex”, e time de Jorge Jesus chega à sétima vitória seguida no Brasileirão; Cruzeiro, que marcou com Thiago Neves, vai terminar mais uma rodada na Zona de queda 
 
Cruzeiro e Flamengo se enfrentaram neste sábado, no Mineirão, e entraram em campo atravessando momentos completamente distintos. O time da casa, vivendo uma das maiores crises de sua história, precisava do triunfo para sair da zona de rebaixamento. O Rubro-Negro, curtindo uma fase espetacular, mirava os três pontos para seguir isolado na ponta do Brasileirão. Melhor para os cariocas, que venceram por 2 a 1, com gols de Gabigol e Arrascaeta, e seguem, com autoridade, na posição mais cobiçada da Série A: a primeira. O Cruzeiro, com a derrota, segue na 17ª colocação e pode até ser ultrapassado pelo CSA na rodada.
Primeiro tempo

Teve de quase tudo na primeira etapa. E se teve de quase tudo, teve, claro, gol do Gabigol. O artilheiro do Brasileirão abriu o placar logo aos seis minutos, após bom cruzamento de Gerson. O VAR sugeriu a revisão do lance em função de uma possível falta no início da jogada, mas o árbitro confirmou o gol. O Cruzeiro equilibrou as ações, levou perigo com um chute de Pedro Rocha e, aos 35 minutos, o mesmo Pedro Rocha sofreu pênalti de Rodrigo Caio. Dessa vez, o VAR respeitou a decisão da arbitragem e não sugeriu a revisão. Thiago Neves cobrou muito bem, com força, no canto, e deixou tudo igual. O empate por 1 a 1 foi o placar levado pelas equipes para o intervalo da partida.
 
A etapa final começou muito movimentada, com chances para os dois lados, bola na trave de Diego Alves, grande intervenção de Fábio após cabeçada de Bruno Henrique e uma total imprevisibilidade. O 1 a 1 durou 20 minutos, já que aos 21 apareceu a famosa e quase implacável "lei do ex". Após linda jogada e cruzamento de Willian Arão, Gabigol, com um lindo corta-luz, deixou Arrascaeta livre para estufar as redes de Fábio. O maior artilheiro do novo Mineirão decretou a vitória flamenguista e, claro, deixou furiosos os torcedores do Cruzeiro que pegavam no pé dele desde o início do jogo. Os dois times ainda tiveram mais algumas chances, mas o 2 a 1 permaneceu até o fim.
 
O artilheiro do Brasileirão segue numa fase incrível. "Hoje tem gol do Gabigol"? Tem, sim senhor. E a dúvida foi sanada logo aos seis minutos do primeiro tempo, quando o camisa 9 cabeceou no capricho, após cruzamento de Gerson, para abrir o placar no Mineirão. Na comemoração, o atacante fez os gestos que significam "hoje tem gol do Gabigol" em Libras (Língua Brasileira de Sinais). Gol bonito, homenagem mais bonita ainda, fase espetacular.
 
O torcedor do Cruzeiro está preocupado. E tem motivos pra isso. Atravessando uma crise política e administrativa, o clube também vive péssima fase dentro de campo. O time de Rogério Ceni completou a terceira derrota seguida e vai amargar a zona de rebaixamento por, no mínimo, mais uma rodada. Para piorar, pode terminar a rodada a três pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento (caso o Fluminense vença o Goiás) e pode até ser ultrapassado pelo CSA (caso o time alagoano vença o Ceará).
 
Público e renda
 

Público pagante no Mineirão: 34.051
Público presente: 40.333
Renda: R$ 1.059.046,00
Agenda

Na próxima quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), o Cruzeiro encara o Ceará, no Castelão, pela 21ª rodada do Brasileirão. Duas horas mais tarde, às 21h30, o Flamengo recebe o Internacional, no Maracanã. 
 
FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 2 FLAMENGO
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 21 de setembro de 2019 (Sábado)
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Neuza Ines Back (Fifa-SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Orejuela e Fred (Cruzeiro); Bruno Henrique e Rafinha (Flamengo)
GOLS
CRUZEIRO: Thiago Neves, aos 37min do primeiro tempo; Arrascaeta, aos 21min do segundo tempo
FLAMENGO: Gabigol, aos 6min do primeiro tempo
CRUZEIRO: Fábio, Luis Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson (Dodô), Robinho e Thiago Neves (Ezequiel); Pedro Rocha (Fred) e David
Técnico: Rogério Ceni
 
FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luis; Willian Arão, Gerson e De Arrascaeta (Rhodolfo); Vitinho (Píris da Motta), Bruno Henrique (Berrío) e Gabigol
Técnico: Jorge Jesus
 

Crônica: Globo  Esporte 
Ficha Técnica Gazeta Esportiva
 Clique aqui e veja a tabela do Brasileirão da Série A
Fotos: globo Esporte 
Confira os gols:https://youtu.be/2wLfNY1HOFM