Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Fortaleza e Athletico empatam em jogo abaixo do esperado pela Copa do Brasil

Fortaleza e Athletico empatam em jogo abaixo do esperado pela Copa do Brasil
 
Equipes que tem como proposta tentarem ser mais ativas ofensivamente criaram pouco e, quando conseguiram formular oportunidades, finalizaram mal na maioria das vezes
Em um confronto de ideias semelhantes entre Fortaleza e Athletico-PR pelas oitavas de final da Copa do Brasil (a segunda vez no ano, pois já tinham duelado pelo Brasileirão com vitória do Leão por 2 a 1), ninguém se sobressaiu quando o assunto foi não só dominar o oponente como transformar isso em gols. Logo, o marcador ficou como começou, 0 a 0.

A partida de volta está agendada para o próximo dia 5 de junho, às 19h15 (horário de Brasília), na Arena da baixada. Qualquer empate leva a decisão da vaga para os pênaltis, já o vencedor por qualquer placar segue para as quartas de final.

PAPEIS DEFINIDOS

O Athletico tentava deixar suas linhas de marcação o mais altas possíveis e, com isso, dificultou bastante a vida do Tricolor do Pici que, invariavelmente, acabava tendo de apelar para as bolas longas se não quisesse ser acoçado próximo de sua meta.

Entretanto, apesar dessa capacidade, o Furacão não conseguia traduzir esse tipo de superioridade de posse em oportunidades reais de gol e ainda viu em momento pontuais Marcinho e Romarinho se aproveitarem dos espaços na zaga paranaense, porém também sem sucesso para darem o chamado 'último passe'.

SEQUÊNCIA ANIMADA

Com o time do Athletico tentando afunilar demais as jogadas, quando conseguiu abrir o lance e observar a movimentação também pelos lados de campo já aos 28 minutos, o volante Wellington deu uma de lateral e cruzou muito bem para o voleio plástico de Marco Ruben. Felipe Alves foi obrigado a fazer uma importante intervenção.

Logo na sequência, o time do Pici emendou contra-ataque com Marcinho saindo em disparada ao ataque, se livrando da marcação de Erick e só não bateu em gol porque Wellington, voltando de maneira muito rápida, evitou a finalização de maneira providencial.

VOLUME PARANAENSE

No final do primeiro tempo, por mais que o último lance tenha sido a cobrança de falta próxima a área executada por Bruno Melo, quem esteve mais perto de abrir a conta na Arena Castelão foram os visitantes. Na finalização que levou mais perigo após o voleio de Marco Ruben, Rony chegou a arriscar de fora da área em meio a dificuldade de infiltração e viu seu chute passar perto do travessão de Felipe Alves.
TENTANDO SAIR DO SUFOCO

O panorama dos primeiros 45 minutos se repetia no início do tempo complementar com a posse de bola e procura de espaços sendo amplamente mais numerosa por parte do Furacão do que o time cearense. Mesmo assim, quem conseguiu empolgar o torcedor foi o Leão do Pici quando Bruno Melo recebeu bom lançamento do lado esquerdo do ataque e teve espaço para cruzar e o meia Marlon, se infiltrando e igualmente com espaço para finalizar, bateu muito mal na bola e viu ela sair pela linha de fundo.

INVERSÃO

Com o Athletico aparentemente mais desgastado no aspecto físico, a movimentação buscando velocidade do Fortaleza começou a ter efeito mais prático tanto nos erros do adversário como no ganho territorial que animava o torcedor do Leão. Porém, em outra grande saída rápida, Marlon se precipitou ao correr em direção a grande área e tocou com muita força para Edinho, desperdiçando uma oportunidade excelente do Leão abrir a conta.  

EMPATE FRUSTRANTE

De maneira desesperada nos minutos finais, o time de Rogério Ceni se atirou ao ataque apelando para as bolas colocadas pelo alto tentando um esforço derradeiro. Todavia, o marcador da Arena Castelão seguiu o mesmo, algo que complicou a situação na eliminatória para os visitantes mediante a força do Athletico na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA
​FORTALEZA 0 X 0 ATHLETICO

Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Data-Hora: 16/05/2019 - 19h15 (Horário de Brasília)
​Árbitro: Bráulio da Silva Machado (FIFA-SC)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (FIFA-RJ) e Alessandro Rocha Matos (FIFA-BA) 
​VAR: Rafael Traci (CBF-SC)
Assistentes do VAR: Rodrigo Nunes de Sá (CBF-RJ) e Helton Nunes (CBF-SC)
​Cartões amarelos: Bruno Melo, Marcinho (FOR); Lucho González, Léo Cittadini (CAP)
​Cartões vermelhos: -
Gols: -

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Tinga Juan Quintero, Roger Carvalho e Bruno Melo; Paulo Roberto, Araruna e Marlon; Romarinho (Matheus Alessandro, aos 31'/2°T), André Luís (Edinho, no intervalo) e Marcinho (Júnior Santos, aos 26'/2°T). Técnico: Rogério Ceni.

ATHLETICO: Santos; Erick, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães e Lucho González (Léo Cittadini, aos 19'/2°T); Nikão (Braian Romero, aos 21'/2°T), Rony e Marco Ruben (Thonny Anderson, aos 34'/2°T). Técnico: Tiago Nunes.
 
 
Fonte: Lance! Futebol Latino - Fortaleza
Marcinho (foto) foi um dos destaques positivos do Tricolor no jogo (Foto: Aurélio Alves/O POVO)

Fortaleza x Athletico-PR

Miguel Locatelli/Athletico-PR

Tabela da Coap do Brasil:https://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/copa-do-brasil/
Melhores momentos via Premiere:https://youtu.be/mawUHMzKvTo
Divulgação: Site Eternamente Futebol