Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Após acesso, Ceni e Fortaleza encaram retrospecto “cruel” no Brasileirão Série A

Após acesso, Ceni e Fortaleza encaram retrospecto “cruel” no Brasileirão Série A
 

Campeão da Série B do Brasileirão 2018, o Fortaleza conquistou a oportunidade de jogar na elite do futebol brasileiro neste ano. Comandado por Rogério Ceni, o clube tem a difícil missão de manter as mesmas atuações que levaram ao título na temporada passada.

Mas desta vez, o nível da competição aumentou gradativamente: da série de acesso para a elite. O tricolor terá pela frente campeões mundiais, da libertadores e o atual vencedor da Série A, o Palmeiras, justamente, o primeiro adversário da competição. Neste domingo (28), o Fortaleza inicia o primeiro desafio da competição diante o Alviverde, às 19h (Brasília), no Allianz Parque.

 

Ao erguer a taça de campeão no último ano, o Fortaleza venceu em 21 ocasiões, empatou oito e perdeu nove. Um aproveitamento de 62% nas 38 rodadas jogadas, comparado com o 54% do segundo colocado, o CSA. Com base nos números da Série A 2018, o campeão Palmeiras encerrou a campanha do decacampeonato com 70% de aproveitamento, 8% a mais comparado com o Tricolor do Pici. Foram 23 vitórias, 11 empates e quatro derrotas.

Mas além do primeiro embate, o time de Rogério Ceni precisará ir além do retrospecto dos clubes que subiram para a Série A e não conseguiram se manter na mesma. Como base, o time tem o exemplo do América-MG. Campeão da Série B 2017, o clube mineiro não conseguiu se manter na Série A 2018 e caiu, novamente, para a Série B.

Outro campeão que não conseguiu se manter no topo do futebol brasileiro foi o Atlético-GO. Em 2016, o time ergueu a taça da série de acesso, por sua vez, em 2017 teve uma das quatro piores campanhas e caiu para Série B 2018.

O retrospecto dos clubes que garantiram vaga à elite e não se mantiveram na mesma, não demonstra bons ânimos ao Fortaleza: Santo André, Guarani, Sport, Joinville, Vasco, Avaí, Santa Cruz e Paraná completam a lista ao lado de América-MG e Atlético-GO.

 

Ceni que já chegou a afirmar que o time precisará se preparar ainda mais para se manter na Série A ergueu o segundo troféu com o Fortaleza no último final de semana, o Campeonato Cearense em cima do maior rival, o Ceará, que foi uma das poucas equipes da Série A 2019 que o treinador já encarou nesta temporada. O outro foi o Bahia, durante o empate em 2 a 2, pela fase de grupos da Copa do Nordeste.

Junto ao Fortaleza, CSA, Avaí e Goiás também garantiram vaga entre os 20 times que vão jogar a partir deste final de semana o principal campeonato nacional.
 
Fonte: Onefootball 
Divulgação: Site Eternamente Futebol 
Em 27/04/2019