Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Dicas simples e práticas para melhorar a qualidade do ensino no país

A melhoria da qualidade do ensino deve começar de baixo para cima, ou seja, a partir do ensino fundamental 1 e, para isso, a reforma do currículo deve ser implementada. No ensino fundamental 1 deveria ser priorizada a leitura, a escrita e o cálculo (Matemática). A escola deve voltar a cobrar a tabuada do aluno, ensinar as quatro operações( somar, subtrair, multiplicar e dividir) enfim, a base para ir aprendendo Matemática nas séries seguintes.
 
Na parte da linguagem, priorizar leitura silenciosa e oral e à medida que o aluno for fazendo leitura oral, o professor deve fazer intervenções que o levem a explicar e comentar o conteúdo do texto lido. Isto contribui também para desinibir o aluno. Se for preciso fazer o uso de caderno de caligrafia , dos treinos ortográficos. Cobrar deveres de casa e de classe e fazer as correções com comentários. Na parte da escrita, cobrar pelo menos três redações por mês e fazer-lhes correção , pedindo aos alunos que façam a reescritura dos textos. 

É preciso também que as escolas venham a abolir o excesso de facilidades que criam para viabilizar a aprovação dos alunos. 
Minha mãe cursou apenas até o quinto ano primário ( na época se chamava assim) e o conteúdo de minha mãe era, com certeza, superior várias vezes ao conhecimento de qualquer aluno do Ensino Médio atual.

Quem é professor atualmente do ensino médio sabe que a maioria absoluta dos alunos não sabe sequer fazer operações simples de multiplicar, somar, etc.
Na parte da escrita, a maioria nem sabe o que é parágrafo, não sabe empregar maiúsculas e minúsculas, imagina interpretar e produzir textos. 
Claro que tais medidas devem ser padrão para todas as unidades escolares. Isoladamente , é difícil para o professor tentar implementar tais ações porque vai encontrar resistência dos próprios colegas de trabalho.
 
 

Marcos Antonio Vasco Rodrigues - professor concursado da rede pública estadual de ensino do Ceará, graduado em Letras , com especialização em Língua Portuguesa e literatura.Escreve contos, artigos e crônicas.