Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Vasco sofre mas vence o Galo de virada nos acréscimos

Vasco sofre mas vence o Galo de virada nos acréscimos
 
 
Vasco da Gama recebeu o Atlético Mineiro em São Januário neste domingo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de dominar o jogo, o Vasco viu o Atlético sair na frente no primeiro tempo com um golaço de Otero. Depois de muita pressão. a equipe carioca virou o jogo com gols de Wagner e Pikachu, aos 40 e 53 minutos do segundo tempo.
 
A vitória deixa o cruzmaltino entre os primeiros colocados do Brasileirão. Na próxima rodada, o Vasco visita a Chapecoense na Arena Condá, no Domingo. Antes porém, a equipe carioca vai à Argentina enfrentar o Racing pela Libertadores, na quinta-feira.
 
Já o Galo recebe, também no domingo, o Vitória, no Independência. Pela Copa do Brasil, os mineiros visitam o Ferroviário no Castelão, na próxima quarta-feira.
 
O jogo – A partida no Rio de Janeiro comçou com o time da casa tomando a iniciativa do duelo. Mal a bola rolou em São Januário, o Vasco assumiu o controle da posse de bola e foi para cima da equipe mineira, que se fechou atrás da linha média e mantinha apenas o centroavante Ricardo Oliveira na altura do círculo central.
 
A pressão vascaína foi grande nos primeiros minutos. Aos 8, Wellington aproveitou um rebote da defesa e arriscou de longe. O chute saiu forte, mas Victor espalmou e afastou o perigo. No minuto seguinte, boa triangulação pela esquerda, Henrique vai à linha de fundo e cruza para trás. Evander bate de primeira em cima de Luan, e Pikachu pega o rebote e acerta a trave. Na volta, a defesa afastou.
 
Melhor em campo, o Vasco sofreu um contra-ataque fatal aos 12 minutos. O Galo avançou pela direita, Otero recebeu e soltou um balaço no ângulo oposto que Martín Silva não conseguiu alcançar: 1 a 0 Galo.
 
O Vasco sentiu o golpe e demorou um pouco para se recuperar em campo, e o Atlético passou a controlar o meio até por volta dos 25 minutos. A partir daí, o Vasco se recompôs e voltou a controlar a posse de bola, se lançando ao ataque em busca do empate.
 
O Atlético, porém, seguia perigoso nos contra-ataques. Aos 24, Cazares enfiou para Ricardo Oliveira, que entrou na área, tocou por entre as pernas de Paulão e parou na saída de Martín Silva.
 
O Vasco respondeu aos 30. Primeiro foi Evander que tentou de fora da área mas mandou por cima do gol. Dois minutos depois, Evander recebeu na direita e levantou na área. Riascos acertou bela cabeçada no ângulo, mas Victor voou e tocou para escanteio.
 
Aos 39, quase o Galo ampliou. Ricardo Oliveira foi lançado na esquerda, avançou e cruzou para o meio da área. Na altura da marca do pênalti, Gustavo Blanco toca de primeira e a bola bate na trave e não entra.
 
Antes do apito, o Galo ainda chegou com perigo aos 45, novamente pelo lado esquerdo. Cazares arriscou da linha da área e obrigou Martín Silva a se esticar para salvar o segundo gol mineiro.
 
As duas equipes voltaram sem alterações após o intervalo, e o Vasco continuou persiguindo o gol. Com um minuto de bola rolando, o Vasco espremia o Galo na defesa e Henrique acertou belo chute da frente da meia-lua. Victor mais uma vez estava atento e fez bela defesa.
 
O panorama do jogo era o mesmo da etapa inicial, com o Vasco controlando a posse de bola e tentando pressionar o Atlético em seu campo. Os mineiros por sua vez, levavam perigo sempre que escapavam em velocidade. Assim foi aos 9, quando após bola cruzada da direita, a defesa rebateu e Blanco acertou chute perigoso que Martín Silva defendeu.
 
Aos 18, a torcida vascaína chegou a comemorar o gol na cobrança de uma falta por Evander, na esquerda do ataque. O dez do Vasco bateu por cobertura no ândulo, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.
 
Aos 23, foi a vez de Ríos perder chance incrível. Thiago Galhardo cruzou da direita, Ríos dominou perto da linha da pequena área e bateu. Victor em lance de puro reflexo, salvou o gol.
 
A pressão do Vasco era total no final da partida. Aos 40, finalmente saiu o empate. Pikachu cruzou da direita, Ríos tentou de cabeça mas a defesa rebateu. Wagner aproveitou a sobra e bateu firme no canto de Victor: 1 a 1.
 
Com o empate, o Vasco não desistiu e continuou em cima do Galo. Em um final de jogo dramático. nos acréscimos, aos 52, Rildo é derrubado na área e o árbitro assinala pênalti. Pikachu cobrou e decretou a virada.
 
O Galo ainda teve a chance do empate aos 56, nos pés de Ricardo Oliveira, que chutou por cima do gol em lance diante do goleiro vascaíno.
 
FICHA TÉCNICA

VASCO 2 X 1 ATLÉTICO-MG
 
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 15 de abril de 2018 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Renda: R$ 176.600,00
Público: 7.197 (6.349 pagantes)
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Cartões Amarelos: Henrique, Evander, Ríos, Rildo (Vasco); Bremer, Yago, Fábio Santos (Galo)
Gols:
VASCO: Wagner, aos 41, Pikachu, aos 53 min do 2º tempo
ATLÉTICO-MG: Otero, aos 12 min do 1º tempo
VASCO: Martín Silva, Rafael Galhardo (Rildo), Paulão, Werley e Henrique; Leandro Desábato, Wellington (Thiago Galhardo), Evander, Yago Pikachu e Wágner; Duvier Riascos (Andrés Ríos)
Técnico: Zé Ricardo
ATLÉTICO-MG: Victor, Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Elias, Luan, Gustavo Blanco (Yago), Juan Cazares (Roger Guedes) e Rómulo Otero (Erik); Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi
 
 
Gazeta Esportiva
Divulgação: Site Eternamente Futebol 
VEJA A TABELA COMPLETA