Get Adobe Flash player
Recomende este Site!

Técnicos se reúnem na CBF para exigir mudanças nas relações com clubes

Técnicos se reúnem na CBF para exigir mudanças nas relações com clubes
 
 
Técnicos de todo o País se reuniram ontem na sede da CBF, no Rio, para apresentar reivindicações para proteger a categoria. Descontentes com o grande número de demissões — Milton Mendes, dispensado pelo Vasco ontem é o 12º no campeonato —, eles querem, dentre outras coisas, limitar o número de contratações de técnicos nas competições, obrigar o pagamento de multas rescisórias antes de novos acordos, além de assegurar o registro de contratos e a validação dos certificados de técnicos brasileiros para atuar no exterior.
 
A intenção dos técnicos é de que a CBF estabeleça as regras no Regulamento Geral de Competições, o que faria as normas serem válidas para todos os campeonatos nacionais e evitaria, por exemplo, que tivessem que ser aprovadas pelos clubes em reunião arbitral de cada certame.
 
“Não temos respaldo, não somos respeitados e não temos uma legislação que faça com que os clubes nos respeitem quando somos demitidos”, declarou Vagner Mancini, demitido pela Chapecoense no início do Brasileirão e hoje no Vitória.
 
A intenção do grupo é que cada clube só possa ter dois treinadores ao longo de uma mesma competição. Da mesma forma, um mesmo técnico só poderia treinar dois times em um mesmo campeonato. “O clube tem total direito de demitir a hora que for, desde que cumpra com a penalidade. Assim como o técnico que quer sair para mudar de clube, teria que pagar a indenização”, explicou Mancini. Para Rogério Micale, do Atlético-MG, as mudanças têm por motivação preservar a relação entre técnicos e clubes. “O que a gente quer é algo mais organizado para que não afete tanto o desenvolvimento do nosso futebol”.
 
Após o encontro, uma comissão de treinadores se reuniu com a cúpula da CBF. A entidade não se manifestou até o fechamento desta página. (Agência Estado)
 
Fonte: O Povo 
Divulgação: Site Eternamente Futebol