Informativos - Eternamente Futebol

Ceará pagará jogadores e funcionários em dia nesta semana; clube tentará não recorrer a empréstimos

Apesar da significativa diminuição das receitas por causa  da paralisação do futebol por causa da pandemia do novo coronavírus, o Ceará pagará em dia toda a folha salarial de abril até o quinto dia útil do mês de maio, portanto, até o fim desta semana.

Ministério Público do Ceará se posiciona contra a retomada de treinos e jogos pelos clubes cearenses

Ciente das conversas entre CBF e Governo Federal com finalidade de retomar o futebol entre maio e junho, o Ministério Público do Ceará, por meio do Núcleo de Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor), se posicionou contra a realização de qualquer atividade esportiva nos próximos meses, o que inclui, além de jogos, os treinos dos clubes de futebol.
A posição foi tomada após uma reunião, por videoconferência, da Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádio, do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG), na qual o promotor Edvando Elias de França, coordenador do Nudtor, representou o Ceará.

Ceará define que retorno dos atletas ocorrerá só com liberação do Governo Estadual

Ceará definiu que, após o fim das férias, o retorno dos jogadores para reapresentação ao clube visando a volta aos treinamentos só ocorrerá com a liberação do Governo Estadual. A informação foi confirmada à reportagem pelo presidente do Alvinegro, Robinson de Castro.

Governo de SC nega pedido para retomada do Catarinense com portões fechados em 16 de maio

O Governo de Santa Catarina negou o pedido da Federação Catarinense de Futebol (FCF) para retomar os jogos do Campeonato Catarinense com portões fechados a partir de 16 de maio. A confirmação ocorreu na noite desta terça-feira por meio de comunicado oficial.

Bolsonaro defende retorno do futebol e revela que foi procurado por dirigentes

Em entrevista concedida em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília, na última segunda-feira, o presidente da república, Jair Bolsonaro, falou sobre o possível retorno do futebol no país. Por conta da pandemia do coronavírus, as competições estão paralisadas desde o mês de março, mas, de acordo com o chefe do executivo, há uma movimentação para a retomada das atividades.
 
O presidente afirmou que é favorável ao retorno do futebol, além de revelar que tem dialogado com autoridades do esporte: "Se depender do meu voto, eu aprovo. Logicamente, com parecer técnico do Ministério da Saúde. Que acho que será favorável. Começar a realizar os treinamentos. Começar, em um primeiro momento, com portões fechados".

França mantém proibição a esportes coletivos, e primeiro-ministro diz: "Temporada 2019/20 não poderá ser retomada"

Depois de Bélgica e Holanda decidirem interromper seus campeonatos prematuramente, o Campeonato Francês deve ser a primeira grande liga da Europa a tomar a mesma medida drástica. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o primeiro-ministro da França, Edouard Philippe, afirmou que os esportes coletivos seguirão proibidos no país e cravou não haverá possibilidade de conclusão das competições iniciadas no ano passado.

Flamengo estuda redução salarial de funcionários para não sofrer com os efeitos econômicos da pandemia

Por causa da pandemia do novo coronavírus e da paralisação no futebol, muitos clubes têm se preocupado com a situação financeira. Um deles é o Flamengo, que já se movimenta para não se apertar e entrar em dívidas.
De acordo com o site Globoesporte.com, o Rubro-Negro estuda uma redução em 25% nos salários de quem recebe acima de R$ 4 mil.

Presidente da FPF diz que CBF descarta volta do futebol em maio e tem junho como mês limite

Durante a reunião que estabeleceu a criação de um protocolo para o retorno do Campeonato Pernambucano, ocorrida nesta segunda-feira, na sede da FPF, o presidente da entidade, Evandro de Carvalho, afirmou que a Confederação Brasileira de Futebol descartou o retorno das competições nacionais em maio.

Páginas